Balanço de um ano de leituras ~ (o clássico adeus ano velho, feliz ano novo~)

fogos.jpg

Sim, estou começando o último post do ano, após dias e dias de ausência – além da preguiça que me pegou, que me impedia de sentar e escrever as resenhas, e os estudos, fiz uma viagem/estou viajando de última hora, em que não deu tempo de planejar nada –.

Chega de conversa, pois além de tudo, eu desisti de fazer posts mensais e/ou bimestrais com os resumos das resenhas do mês, uma vez que eu fazia uma revisão apenas dos livros que eu postava e não os da Nacchan, o que tornava tudo muito confuso.

Deixei para então fazer um aparato de tudo que li bem aqui mesmo, nesse post nostálgico de tchau ano velho – que aliás, passou rápido até demais.

Esse ano eu li um total de 37 livros, o que me deixou cinco livros atrás da minha meta de 42 esse ano – sim, mais um ano sem atingir a meta de leitura anual TT-TT – .

Dos livros lidos, fiquei devendo as resenhas de seis livros – os quais pretendo trazer no mês de janeiro – os outros podem ser encontrados no blog, tendo sido postados ao longo do ano ;). Os que faltam, prometo tentar postá-los o mais breve possível! Muita coisa aconteceu nesse final de ano, e acabei não conseguindo manter uma constância nos meus posts. Além disso, fiz uma viagem de última hora e estou passando pouco tempo no computador e menos tempo ainda lendo. Motivo pelo qual dei uma sumidinha do blog.

Esse ano ainda, iniciei a leitura de diversos livros que não consegui concluir, seja porque o livro não atingiu minhas expectativas, seja porque não fui com a cara dele, seja pela falta de organização do meu tempo.

Uma coisa bem legal que aconteceu com minhas leituras esse ano é que estive mais aberta a diferentes gêneros de leitura, ainda que o motivo pelo qual isso aconteceu foi o de que não estava encontrando livros do gênero que costumo gostar mais, que me conquistassem. De alguma forma, grande parte dos livros de romance policial ou thriller psicológico que li esse ano foram realmente abaixo da minha expectativa.

Em consequência, acabei lendo muitos Young Adults e livros de romance. Fora da minha zona de conforto, mas leituras que aproveitei bastante. Conclui que as vezes a gente precisa mesmo sair daquilo que é habitual.

Dos livros lidos, o livro que eu mais gostei de ter lido esse ano foi Guerra Dentro Da Gente do autor Paulo Leminski, pela mensagem que ele passa através de suas metáforas. Adorei ainda o livro Garota OnLine da autora Zoe Sugg, uma vez que comecei a ler ele sem expectativa nenhuma, mas no fim ele totalmente me conquistou pela leitura fácil e simples – e sim, esse é um dos livros que eu to devendo de resenhar ainda.

O livro que eu menos gostei de ter lido esse ano foi O Jantar  autor Herman Koch. Quem acompanha o blog a algum tempo, e/ou que leu a resenha desse livro, sabe o quanto eu sofri pra terminar essa leitura, que foi feita na marra. Uma das maiores decepções que tive de leitura nos últimos tempos, junto com Garota Exemplar.

2017 foi um ano em que imaginei que leria muito mais do que o ano anterior, o que de fato não aconteceu. Percebi que a meta de 42 livros em um ano parece ainda bem distante da minha realidade de leituras. Fato que pretendo mudar em 2018, se tudo der certo!

Desejo a todos um ótimo ano novo e que tenhamos um 2018 repleto de leituras, sendo essas muito proveitosas, claro, sem que tenhamos ressacas literárias ou ainda, sem que tenhamos muitas decepções!

Nossa, e a gente se vê agora só no ano que vem!! (Hehe, não resisti à piada ruim.)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s