[DESAFIO LITERÁRIO] Outubro? Novembro Rosa

fiquei-com-seu-numero

Livro: Fiquei com seu número
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Record
Páginas:464

Pois é…eu queria terminar de postar as resenhas dos livros de capa rosa que li em outubro pra cumprir meu desafio, e como não tive tempo de postar no mês passado, vou continuar postando eles em novembro.

A próxima resenha trata-se de um livro um tanto queridinho pra mim! É o ” Fiquei com seu número”, da Sophie Kinsella. Pra quem já conhece a escritora, já deve saber o que esperar desse chick-lit maravilhoso!

A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Poppy, nossa protagonista, ficou noiva e está para se casar…e eis que acontece dela perder o anel de noivado, passado de geração em geração, em um hotel! Na confusão em que se mete, ainda acaba por ter seu celular roubado! Mas parece que nem de azar é seu dia, pois encontra um celular jogado no lixo…achado não é roubado, certo? Ela decide ficar com o celular! Acontece que a antiga dona desse telefone é ex-secretária de um empresário. O Sam! Aiai…o Sam…hahaha!

Poppy é super boazinha, cativante…que evita problemas sempre que pode! Daquelas que dificilmente falam não! Meio distraída, atrapalhada e divertida! Adorei a personagem! Seu noivo…o Magnus, é inteligente, boa aparência, vem de uma boa família! As amigas de Poppy a invejam nesse ponto! Hahaha! E aí temos o Sam, o empresário sério, com aqueles momentos que nos deixam sem fôlego,  maravilhoso…

Bom, assim que Poppy começa a usar o celular do lixo e descobre de onde veio, resolve não devolvê-lo. Mas Sam insiste que precisa daquele celular de volta, é onde recebe mensagens e e-mails importantes. Poppy resolve fazer uma proposta: ficar com o celular e repassar tudo para Sam (como se fosse sua secretária). Isso até que encontre seu anel de noivado..que ela decide esconder que perdeu de seu noivo e todos mais. Sam até da uma forcinha nisso!

Por causa dessa proposta, Poppy acaba por colocar Sam em diversas situações complicadas, e também o ajuda em algumas…assim com Sam acaba por ser um ouvinte e conselheiro de Poppy em alguns momentos.

Como toda chick-lit, já dá pra ter uma boa ideia do que acontecerá, não é? Mas nem por isso a história se torna menos empolgante! Eu me senti vendo um filme de comédia romântica! Estava presa aos personagens e a narrativa da forma como só Sophie consegue nos fazer sentir! Posso dizer que esse é ainda meu livro favorito dela! Maravilhoso! Vale muito a pena a leitura de tão gostoso e leve!

 

Anúncios

[DESAFIOS LITERÁRIO] Outubro? Rosa -Fazendo meu filme

fazendo-meu-filme-1

Livro: Fazendo meu filme – A estreia de Fani
Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Páginas: 336

Fazendo meu filme é um livro encantador, daqueles que lemos compulsivamente e, quando terminamos, sentimos saudade. Não há como não se envolver com Fani, suas descobertas e seus anseios, típicos da adolescência. Uma história bem-humorada e divertida que conquista o leitor a cada página.
Seja a relação com a família, consigo mesma e com o mundo; seja a convivência com as amigas, na escola e nas festas; seja a relação com seu melhor amigo e confidente. Tudo muda na vida de Estefânia quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.

É sobre isto que trata este livro: o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir.

Pois é, mês de outubro acabou, e eu na loucura das viagens que fiz, não postei as resenhas dos livros de capa rosa que escolhi postar por aqui…então farei as resenhas no mês de novembro…

Vamos falar sobre esse livro, Fazendo meu filme – A estreia de Fani, da Paula Pimenta! Bom, tive muita curiosidade de ler por muita gente comentar sobre essa escritora nacional. Resolvi comprar esse livro, que por sinal, adoro a capa!

O livro vai nos introduzir ao mundo de Fani, contando a vida diária de uma adolescente nos seus 16 anos que mora em Belo Horizonte junto de seus pais. Acompanhamos a vida de estudante de ensino médio que ela leva, junto com suas preocupações com os estudos e notas, amizades, as “inimizades”, os amores…bem típico.

Vemos Fani se apaixonar por seu Professor e os friozinhos de barriga que ela sente toda vez que o vê. Ah, as briguinhas entre amigas que tenho certeza que todos já passaram por isso! Sem falar nas relações com nossos pais…os desentendimentos e depois as desculpas.

Fani se depara com várias escolhas nesse primeiro livro, e cada um gera aquela dúvida…fazer ou não fazer? Sim ou não? Sem contar que no final, ela descobre um outo amor em sua vida…e que o destino nos prepara várias surpresas…e que eles podem vir para nos fazer bem!

A narrativa é pela visão da Fani, e é uma leitura gostosa, rápida e prazerosa.

serie-fazendo-meu-filmeApesar de ter apreciado o livro, pouco provável eu dar continuação. Isso porque, conforme disse, o livro é bem adolescente…e não me prendeu, nem me deu aquela vontade de continuar por enquanto…talvez mais pra frente quem sabe.

Para quem não conhece Paula Pimenta, recomendo! Agora, pra quem procura um romance mais adulto…deixa esse de lado por enquanto! Mas…para quem está afim de uma leitura leve, ou relembrar o passado, ou mesmo está vivendo essa fase agora…vai gostar sim do livro!!

[DESAFIO LITEÁRIO]Outubro Rosa – Baía da Esperança

baia-da-esperanca

Livro: Baía da Esperança
Autor: Jojo Moyes
Página: 301
Editora: Intrínseca

Liza nunca conseguiu fugir do passado. Mas nas praias paradisíacas da encantadora comunidade de Silver Bay ela ao menos encontrou a liberdade e a segurança que procurava se não para ela, para sua filha pequena, Hannah, até que Mike Dormer se hospeda no hotel que Liza administra com a tia.
Um perfeito cavalheiro inglês, com roupas elegantes e olhar sério, Mike pode significar o fim de tudo que Liza trabalhou arduamente para proteger: não apenas o negócio da família e o lugar que tanto gosta, mas principalmente a convicção de que ela nunca amaria nem seria digna de amor outra vez.

Como já mencionado, esse mês resenharei livros de capa rosa, e pra começar, vim falar do livro Baía da Esperança, da Jojo Moyes.

Esse livro nos conta a história de Mike, Liza, Hannah e Kathleen…em uma área mágica da Austrália, a Silver Bay.

Kathleen mora em Silver Bay desde sempre, e passou a cuidar do Hotel da família. Além disso, tem apelido de Dama dos Tubarões, recebido após, aos 17 anos, pescar um tubarão enorme e entrar para o Guiness. Por causa disso, Kathleen passou anos após esse fato sendo conhecida e fazendo o hotel ser mais próspero.

Liza e sua filha Hannah passam a morar com a tia Kathleen uns cinco anos do ano em que se passa nosso livro. Liza se mostra uma mulher fechada, sempre na dela, e carregando uma profunda tristeza consigo. No barco Ishmael, Liza leva turistas para ver baleias e golfinhos, e essa é a principal atividade dos moradores de Silver Bay. No barco, Liza se sente melhor…menos triste. Hannah, sua filha, é uma garota cativante, uma filha obediente, sorridente e sempre forte.

Mike mora em Londres e é o homem dos negócios. Sabe o que faz, sempre planeja tudo certo, e nunca corre riscos. Por causa de um negócio da empresa onde trabalha, ele acaba indo para Silver Bay, conhecer a área e ver se é possível construir o hotel cinco estrelas ali naquela Baía.

Bom, é assim que a história deles se cruzam. Mike acaba por se hospedar no hotel de Kathleen e conhece Liza e Hannah eventualmente.

baia-da-esperanca2
Capa da editora Bertrand

O desenrolar da história é muito bom e a narrativa de Jojo é ótima! Não tem como esperar menos. Os personagens criados são cativantes e nos prendem à eles. Aos poucos vamos conhecendo melhor o passado de Liza e Hannah, o por que delas irem morar com a tia, e os motivos de Liza ser tão na dela e tão triste…

Eu já imaginava o final da história, mas nem por isso deixei de torcer menos pelos personagens. Eu estava presa mesmo à eles…e ficava curiosa em saber logo qual era o problema de Liza.

O romance criado por Jojo nesse livro não é meloso…é um romance natural, onde os personagens vão se conhecendo aos poucos, e se entregando e confiando um no outro com o passar do tempo. Em alguns momentos, eu sentia um pouco de enrolação no livro, mas nada que me fez querer parar de ler.

Observe o mar por tempo suficiente, seus humores e suas exaltações, suas belezas e seus terrores, e você terá todas as histórias de que precisa, de amor e perigo e daquilo que a vida nos traz em suas redes. E do fato de que às vezes não somos nós que estamos no leme, e não podemos fazer mais do que confiar em que tudo vai dar certo.

O livro foi ficando cada vez mais emocionante, e ao final, não pude deixar de notar que eu estava emocionada demais com a trama criada por Jojo…Vale lembrar dos golfinhos e baleias que sempre são citados e descritos…me deixou querendo conhecer mais esses animais com as descrições que a escritora colocava na narrativa!

Para quem já é fã da Jojo, não deixe de conhecer o livro…e para quem não conhece ainda…super recomendo!

[DESAFIO LITERÁRIO] Outubro Rosa

breastfeeding

 

Mês de outubro, então decidi propor um desafio para mim mesma…lerei e depois colocarei a resenha somente de livros com capa rosa!!!

Mas por que capa rosa??

outubro-rosa-4.jpgBom…como muitos devem saber, outubro é…o outubro rosa! Mês do combate ao câncer de mama. Essa campanha é comemorada no mundo todo! Começou inicialmente nos Estados Unidos, mas logo se espalhou.

Hoje, durante todo o mês de outubro, é possível ver monumentos, prédios entre outros mais, iluminados de rosa…faixas rosas espalhadas por aí…tudo em favor cristo-redentor-outubro-rosa-800.jpgdesse movimento!

Então, em prol da campanha, decidi seguir a onda, e resenhar livros de capa rosa! Postarei um por semana aqui no blog! Acompanhem! Ou melhor ainda, juntem-se à causa também!