[Diário] Um ‘book challenge’ e uma tentativa de ler mais!~

Olá, kika here again,

Como vão todos nessa quarta-feira pós-carnaval?

Eu curti bastante meu feriado, mas ler que é bom, nada. Mas tudo bem, eu supero.

Hoje não venho trazer outra resenha. Nem post especial. Mas prometo, estou trabalhando nisso.

Estou aqui hoje para trazer para vocês meu “Book Challenge”, que na verdade, nada mais é do que uma lista de sugestões de leituras. Fiz essa lista para tentar alavancar minhas leituras desse ano, uma vez que, um mês e meio se passaram desde que o ano começou e eu apenas comecei diversas leituras, sem de fato concluir nenhuma. Restando assim 11 meses para o fim desse ano, fiz 11 ‘sugestões de leitura’ para cumprir esse ano.

20180207_145258 (1)

Ignorem minha letra horrorosa, eu digitei a lista aqui embaixo.

2018 Book Challenge

򪪪  Ler um livro com mais de 500 páginas.

򪪪  Ler um livro da lista “2017 Good Reads Choice Awards”.

򪪪  Ler um livro publicado em 2018.

򪪪  Ler um livro de poesia.

򪪪  Ler um livro que “virou”filme (e ver o filme, de preferência).

򪪪  Ler um livro que comecei a ler e não terminei (reviver uma leitura abandonada)

򪪪  Ler um livro de um autor que eu nunca li.

򪪪  Ler um livro que ganhei de presente e que não tenha lido ainda.

򪪪  Ler um livro com a capa da minha cor favorita.

򪪪  Ler um livro que foi mencionado em outro livro.

򪪪  Ler um livro que esteja abandonado na estante a pelo menos 02 anos.

Tentei me manter dentro da minha própria realidade, para tentar fazer com que ela seja ‘cumprível’.

A ideia surgiu quando me deparei com imagens de listas e desafios no Pinterest. Eu queria pegar uma lista pronta para tentar fazer os ‘desafios/sugestões’, mas a grande maioria era muito extrema, como por exemplo a “52 books in 52 weeks challenge” – traduzindo em “52 livros em 52 semanas”. Imagina, não li nenhum livro em um mês todo, imagina ler um por semana lol.

Assim sendo, fiz minha própria listinha. Determinei também que posso cumprir mais de um requisito com uma única leitura. A exemplo, um livro com mais de 500 páginas que esteja na lista do Good Reads.

É apenas algo secundário para me ajudar a impulsionar minhas leituras, uma vez que meu desafio literário permanente de ler 42livros no ano permanece. Até porque – que é viciado em listas e ‘to do’ e etc – sabe que não tem nada mais satisfatório do que marcar um ‘feito’ numa lista a ser cumprida – sim, eu adoro listas e fazê-las, mas quase nunca consigo cumpri-las de forma integral, então cada marcação de ‘feito’ é uma vitória!

A lista está na minha ‘agenda/journal’ então não tem risco de eu perdê-la. Vou atualizando vocês quando for cumprindo ela. Espero poder mostrar todos os quadradinhos marcados até o fim do ano!!! ^^

Ainda, encontrei uma lista/desafio dos livros lidos pela personagem Rory no seriado Gilmore Girls. Eu vi o seriado na minha adolescência e adorava, e por essas e outras, acabei decidindo também fazer essa meta de leitura de um dia terminar de ler todos os livros lidos pela personagem na série. São mais de 300 livros – sim, é livro pra caramba! – e eu devo ter lido uns 5 só dessa lista enorme lol. Mas isso é algo secundário, um plano de vida xD.

Anúncios

[Diário] the road so far (ou recapitulação dos meses que passaram)

Olá, kika here again.

Hoje vim trazer a recapitulação dos meses de agosto e setembro. Confesso que a ideia sempre foi fazer a recapitulação ao fim de todo mês, mas agosto foi um mês tão fraco de leituras – apesar de tão lindo com a quantidade de livros que ganhei – que postei apenas uma resenha e decidi que uma recapitulação seria no mínimo não produtivo.

Por isso, resolvi juntar logo com o mês de setembro e fazer um post só!~

Então vamos lá!

Resenha do mês de Agosto:

DUFF-livro

Duff – A Maioria Das Pessoas Faria De Tudo Para Evitar by Kody Keplinger

Resenhas do mês de Setembro:

Desespero by Stephen King

O Fantasma da Ópera by Gaston Leroux

A Lua de Yakuza – Surpreendentes revelações da filha de um gângster by Shoko Tendo

Além disso, eu li mais dois livros em setembro, que pretendo resenhar em breve. Tentar conciliar os estudos, o curso de língua estrangeira, o vício pela música e programas de variedades, mangás, fanfics, animes, e as práticas do taiko. Eu preciso me organizar, a verdade é essa.

Mas setembro foi uma vitória, além de tudo, consegui escrever sobre dicas de leitura, um texto que me veio à mente e que eu decidi que ia escrever de um jeito ou de outro! Pra quem quiser conferir, ele tá AQUI!

Bom gente, é isso. Dois meses em um de recapitulação. Agosto foi um mês agitado, e setembro muito mais. Outubro então, começou voando! Além disso, esse mês vou dar uma viajada! Vou tentar levar meus livros pra colocar as leituras em dia na estrada xD!

Até breve com mais resenhas!!!~~

 

[Diário] Sobre hábitos de leitura (ou como fazer alguém se interessar a ler?)

Olá, kika por aqui de novo!!

E o post de hoje não é resenha – sim, estou enrolando para escrever sobre os livros que li, mas juro que um dia sai – e sim um texto que considero especial pra mim. Vou explicar.

Diversas vezes, ao receber visitas de primeira viagem em casa, recebo diversos comentários como: “Nossa, quanto livro, você leu todos eles?”,  “Desde quando você gosta de ler?” e esses dias também escutei: “Ensina meu filho como faz pra gostar de ler!” e ainda “Tem como você me dar umas dicas de como fazer esse menino ler um pouco?”.

Pois bem, eu sempre explico que eu gosto de ler desde que eu tinha uns 11 anos e que eu amo ler não somente livros como também gibis e mangás – costumo deixar um pouco de lado que sou também uma leitora assídua de fanfics, porque né? – .

20170908_165307.jpg

Mas, agora que eu tenho um afilhado –sim, uma prima minha deve ser meio doida, mas me convidou para ser madrinha do filho dela lol – e, apesar de ele ter apenas três meses de vida, eu já dei pra ele o primeiro livrinho da vida dele, um daqueles de banho. E então, por muitas vezes me peguei pensando se ele vai ser um leitor no futuro. Os pais dele adoram ler também, e eu sempre ganho livros deles, e eles às vezes vêm pegar um livro ou outro da minha estante emprestado, então tenho lá minhas esperanças.

Pois bem, me pego pensando que, ele vai crescer numa geração em que os bebês nascem sabendo desbloquear o celular antes mesmo de falar ‘papai’ ou ‘mamãe’ e que isso tem uma grande influência sobre o que a criança vai gostar no futuro como hobby. Joguinhos de celular, animações e vídeos do YT? Talvez.

Por esse motivo, resolvi fazer um post especial sobre leitura infantil e infanto-juvenil e sobre o que eu acho que pode ser um fator importante na hora de tentar introduzir a leitura para crianças e como influenciá-las a ler por gostar de ler e não por obrigação.

Lembrando que eu não sou nenhuma especialista, não tenho formação em área alguma da educação, da psicologia ou de qualquer outra coisa que seja nesse sentido. Sou formada em Direito e nem disso eu não manjo muito lol. Tudo que vou relatar aqui são coisas que observei da minha experiência de como comecei a gostar de ler e das minhas tentativas de influenciar algumas pessoas à minha volta como familiares e amigos.

  1. Desde sempre, que a leitura seja um hábito.

Eu sei que é meio óbvio, mas por experiência própria, considero esse um dos passos mais importantes. Desde sempre, torne um hábito o contato da criança com a leitura. Mostre livros para ela, e quando ela ainda não sabe ler, mostre para ela o livro, leia a história em voz alta, faça parecer interessante.

Isso ajuda a criança a formular em sua mente imagens do que a história está lhe transmitindo, estimulando sua imaginação. Isso facilita muito quando ela começar a ler por conta própria.

Uma das coisas mais difíceis ao se começar a ler, é tentar transportar para imagens concretas, aquilo que as palavras ali descrevem.

Use livros simples, com imagens. Leia para a criança que não sabe ler, influencie a criança que está aprendendo a ler a associar aquilo que ela está lendo à sua imagem correspondente no livro.

  1. Associe livros à brinquedos.

Ganhar brinquedo é sempre a alegria da criançada nas festas de aniversário. Por quê? Porque eles são divertidos! E não é toda hora que se ganha eles – bom, não normalmente, certo? –.

E porque ganhar livro também não é legal?

Acredito que os livros devam sim ser associados aos brinquedos, para que eles entendam desde pequenos que livros são uma forma de se divertir também. Para isso, livros para os pequenos que possuam quebra-cabeças, que façam barulho, que sejam de pintar.

  1. Ler não é somente estudar.

Não adianta nada os pais quererem que os filhos sejam prodígios. Ler Shakeaspare aos dez anos de idade? Credo. É pra odiar ler mesmo.

Inicie o contato de uma forma que possa mostrar para ela que ler é divertido. Não há nada de errado em se ler gibis ou histórias em quadrinhos. Eu comecei com gibis desde bem pequena e passei para os mangás em seguida. Não que eles tenham me levado diretamente aos livros, mas cada coisa há seu tempo.

Mostre livros simples para que os jovens leiam. Li muito livro da coleção vaga-lume durante minha infância e adolescência. Além disso, uma grande recomendação minha seriam livros que contam as histórias da Disney por exemplo, uma vez que eles possuem animações! A leitura pode ser feita após assistir aos desenhos animados.

Eu tenho em casa até hoje um livro que ganhei da minha mãe com clássicos da Disney e eu amava ler ele quando era menor. Acredito que o fato de já conhecer a história, em forma animada, tornava a leitura muito divertida. Olhar para aquele trecho que acabei de ler e pensar: “Aqui é aquela cena do filme que acontece assim!”. Isso ajuda a pessoa a criar uma imagem daquilo que ela está lendo, não somente ver as palavras, mas imaginar a situação ali descrita. Ler e poder viajar na situação que está ali narrada é uma das melhores sensações que um leitor pode ter. Com o tempo, a pessoa então passa a conseguir imaginar todo tipo de livro que ela lê, mesmo que ele não tenha uma adaptação visual.

  1. Recomendações de livros!~

Além dos livros de clássicos da Disney acima mencionado, recomendo ainda:

20170908_165707.jpg

O Menino Maluquinho” do autor Ziraldo. O filme também é mais do que recomendado. A história é divertida e toda criança consegue se identificar, ser maluquinha – minha prima que é mãe do meu afilhado disse que ele nunca vai ler ou ver esse filme, pois, imagina se ele resolve copiar as ideias do menino? Já eu, acho que com certa idade, tudo é possível se ver e com ele aprender algo lol –.

20170908_165243.jpgTenho uma recomendação de leitura para adolescentes! A coleção de livros da “Turma dos Tigres” é uma pedida muito legal! O livro traz histórias de uma turma que se envolve em diversas situações em que tem que investigar algo, sendo que o livro traz dicas para que quem lê possa ‘ajudar’ a turma a resolver os mistérios ali encontrados. Eu achava super divertido e ainda tenho alguns exemplares deles aqui em casa.

Eu dei uma pesquisada e eles estão para vender na Amazon, na Saraiva e no Mercado Livre. Fiquei super empolgada pois achei que eles nem existiam mais.

20170908_165826.jpgOutra coleção muito legal é a coleção Vaga-Lume, que eu citei acima. Quem é das antigas sabe, já que os livros eram sempre presentes como livros paradidáticos, aqueles de leitura obrigatória da escola. Alguns clássicos como “O Caso da Borboleta Atíria” ou “O Escaravelho do Diabo” são alguns que lembro até hoje de ter lido lá tempos atrás.

 

20170908_165858.jpgUma série que marcou minha adolescência foi “Os Karas” do autor Pedro Bandeira! Os livros contam as aventuras de amigos que estudam na mesma escola e que enfrentam diversas situações em que precisam investigar algum caso estranho como por exemplo o sequestro de alunos de diversas escolas que reaparecem mortos um tempo depois, dentre outros.

A série conta com seis livros sendo que os cinco primeiros foram lançados entre os anos de 1984 à 1999. Muitos fãs da série pediram e por fim, o autor lançou em 2014 o sexto livro, contando sobre o amadurecimento do grupo que vivera tantas aventuras. Eu pretendo fazer um post sobre os livros e resenhá-los no futuro, porém ainda não consegui adquirir o sexto e mais novo livro da série!

E ainda, não podia deixar de ser, a série que me trouxe para o encantador mundo da leitura, “Harry Potter”. Eu amo essa série demais, já li e reli cada livro dela inúmeras vezes e devo dizer que, foi com a leitura do primeiro livro dela que eu comecei de fato a pegar gosto pelos livros.

Sou suspeita pra falar mas é mais do que uma recomendação, Harry Potter pra mim é praticamente uma parada obrigatória! xD

Bom gente é isso, eu sei que não sou nenhuma entendedora do assunto e que muito do que eu mencionei aqui é bem óbvio, mas espero que para aqueles que tem dúvidas ou que sempre se questionaram do porque as crianças a sua volta não gostam de ler, essas dicas sejam ao menos um mínimo de ajuda e que de fato sirvam pra alguma coisa lol!~

 

 

[Tag Literária] A Bela e a Fera

Olaaa genten!!!

Olha, tag de novo?? Mas sim sim, de novo, porque estamos nessa onda de ” A Bela e a Fera”, o filme está pra sair e nossa! Deve estar maravilhoso! Estou ansiosa para ir ver o filme! Aposto que todos nós estamos!

Resultado de imagem para a bela e a fera

Essa tag aqui foi criada pela Melina Souza! Quem quiser dar uma conferida no vídeo dela, clique aqui! Uma tag maravilhosa!!! Canal dela é ótimo, vale a pena dar uma olhadinha =] Bora lá!

1 – Bela: um livro com a capa e com a história bonita

Ah! Eu tenho uma paixonite pelas capas dos livros da Jojo Moyes! Todas são tão bonitas…vou deixar aqui ” Como eu era antes de você”

2- Fera: um livro com a capa feia, mas com uma história legal

Então…eu não gosto dessa capa, mas o livro é ótimo!!! ” Eles merecem a morte” , do Peter Swanson tem uma capa que não chama atenção, e na verdade acho feia mesmo, mas a história é tão boa  e surpreendente! Já fiz resenha dele aqui para o blog, para quem quiser conhecer mais esse thriller que não me deixava dormir querendo descobrir logo o desenrolar!

Resultado de imagem para a bela e a fera lumiere3 – Lumiére: um livro que acendeu algo em você

Não posso deixar de menciona aqui o livro “Harry Potter e a Pedra Filosofal”. Assim como a Melina, foi a partir dessa série que me fez querer ler mais, comprar mais livros, ter minah biblioteca particular…

4 – Horloge: um livro que você devorou sem sentir o tempo passar

Alguns livros fazem mesmo isso com a gente! Você começa a ler, e quando vê já passou das 3 da madrugada! E aí você não sabe se larga ou se continua…e ” só mais um capítulo, vai…” hahahaha! Bom, “Legend”, da Marie Lu fez isso comigo! A série inteira na verdade! Amo demais e também já tem resenha aqui!

5 – Maurice: o livro mais velho da sua estanteResultado de imagem para a bela e a fera maurice

Olhando aqui meus livros, o mais velho é ” O Pequeno Príncipe”. Já tá meio acabadinho, com folhas meio amareladas, e se não me engano era da minha tia! Hahaha!

6 – Madame Samovar: um livro que te fez sentir aconchego

Tá…esse aqui é estranho, mas o livro que me fez sentir isso, foi “Crepúsculo”…hahahha! Tipo quando ela tá se mudando para Forks, aí você vai conhecendo a cidade e aquele clima gostosinho meio frio sabe? Não sei, eu gostei muito disso! Aí tem lá as florestas…ah não sei, é acolhedor!

7 – Zip: um livro narrado por criança

” Claros Sinais de Loucura” é um dos poucos livros narrado por criança que eu li. Não costumo ler muitos livros assim. Esse é gostosinho e rápido de ler! Trata sobre uma menina achar que puxou a mãe e ser louca! Tem todo um drama familiar, e ela se descobrindo! Bom, já fiz resenha sobre ele também!

8 – Gaston: um livro com a capa bonita, mas que o conteúdo não é tão bom

“Halo”, da Alexandra Adornetto é exatamente isso! A capa é bem bonita, mas a história não me prendeu, achei meio superficial…nem continuei a série!

9 – Um livro que se passa na França

Tive que, infelizmente, optar pelo óbvio! “Anna e o beijo francês”, da Stephanie Perkins! É um livro bom, rápido de ler, mas assim…não achei nada demais! Gostei mais de Lola e o Garoto da casa ao lado, confesso!

10 – Um livro que você está ansioso para ser lançado

Eu não acompanho muito o que será lançado…mas um livro que não vejo a hora de sair, é o terceiro livro de “Crônica do matador de rei”, do Patrick Rothfuss! Não aguento mais esperar T-T

A tag acaba por aqui! O que acharam??

Por hoje é isso genten!! Até a próxima!!

 

 

[Séries Baseadas em Livros] 13 Reasons Why

Olá, its kika again!~

Hoje venho aqui com um post um pouquinho diferente! – Aliás, eu deveria estar postando a ‘retrospectiva’ do mês de fevereiro, mas o mês foi tão fraco no quesito leituras, que to adiando ter que escrever sobre ele lol –

E mais, esse post está sendo escrito porque a Netflix divulgou o trailer do seu novo seriado que estreia dia 31 desse mês. E ora pois, o seriado “13 Reasons Why” é baseado no livro de mesmo nome, ou em português, “Os 13 Porquês”, do autor Jay Asher, que conta a história de Clay Jensen, um menino que encontra uma caixa misteriosa contendo diversas fitas dentro, tendo essas sido gravadas pro Hannah Baker, uma menina que estudava com ele, e com quem possuía de certa forma um relação especial, e que cometera suicídio a poucos dias.

Devo dizer que o livro tem uma história bem impactante, tratando do tema suicídio de uma forma e perspectiva diferente. Ele não traz a história de um personagem que tirou a própria vida, mas sim a história de uma pessoa que conviveu com ela, e que agora, vai enxergar o mundo por seus olhos, por seus motivos, por seus 13 porquês.

Fui procurar a resenha do livro no blog para linkar aqui, e tinha certeza que já havia escrito sobre o livro, até descobrir que li ele em 2014, tempos antes do blog sequer existir. Então, desde o anúncio da série, peguei pra reler o livro, antes que ela estreie, e devo estar postando a resenha dele por aqui assim que terminar – de preferência antes do dia 31 de março, que é quando a série terá seu primeiro episódeo divulgado!

Vou deixar pra vocês aqui  vídeo divulgado pelo canal da NetFlix Brasil no Youtube! A descrição abaixo é do próprio vídeo. Que aliás, segue muito o enredo do livro no qual a série é baseada. Estou torcendo para que o plot do livro seja seguido, uma vez que achei o livro muito interessante, e já consigo imaginar como certas cenas acontecerão, e de certa forma, criei uma certa expectativa – gigante – pela série.

“Por que uma garota morta mentiria? 13 Reasons Why estreia em 31 de março, só na Netflix.

Baseada na série de livros campeões de vendas de Jay Asher, a série original Netflix 13 Reasons Why acompanha a história de Clay Jensen (Dylan Minnette), um jovem que ao retornar da escola encontra uma caixa misteriosa endereçada a ele em sua varanda. Dentro dela, há fitas gravadas por Hannah Baker—a colega de classe de quem ele gostava e que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, Hannah explica as 13 razões para ter decidido acabar com a própria vida. Será que Clay é uma delas? 13 Reasons Why tem produção executiva de Tom McCarthy, Brian Yorkey, Selena Gomez, Joy Gorman e Kristel Laiblin.”

Adeus ano velho, feliz ano novo~

20161231_135613
Foto da minha estante de livros. Cada dia mais bagunçada lol

Sim, estou começando o último post do ano – o próximo só ano que vem (sorry, não resisti à piada infame) – com essa música velha e nostálgica para indicar que hoje o dia é de retrospectiva – aêêê – das leituras do ano de 2016.

Esse ano eu li um total de 36 livros – foram ao todo 35 livros lidos e uma releitura -, o que me deixou seis livros atrás da minha meta de 42 esse ano – sim, mais um ano sem atingir a meta de leitura anual TT-TT – .

Dos livros lidos, fiquei devendo as resenhas de cinco livros – os quais pretendo trazer no mês de janeiro – os outros podem ser encontrados no blog, tendo sido postados ao longo do ano ;). Os que faltam, prometo tentar postá-los o mais breve possível! – li alguns livros de temáticas que não combinam com o final de ano e início de ano, o que me desanimou a escrever sobre eles.

Além disso, apesar de não ter atingido minha meta de leitura, se tivesse terminado todas as leituras que iniciei esse ano, até a teria ultrapassado. Os livros que inciei em 2016 e que levarei para o ano de 2017 são oito no total. Alguns em leituras mais avançadas, outros foram apenas inciados, em que li breves um ou dois capítulos. Infelizmente não consegui concluí-los. São esses:

  • O Jantar de Herman Koch
  • O Filtro Invisível de Eli Pariser
  • One Man Guy de Michael Barakiva
  • Amanhã Você Vai Entender de Rebecca Stead
  • Os Crimes ABC da Agatha Christie
  • Esperando Você de Susane Colasanti
  • Para Poder Viver de Yeonmi Park
  • Fahrenheit 451 de Ray Bradbury

Dos livros lidos, o livro que eu mais gostei de ter lido esse ano foi Harry Potter and the Cursed Child, por motivos de ‘sou fanática pela série Harry Potter’, sendo assim, não poderia ter sido muito diferente. Porém, o livro que elegi como o melhor livro do ano foi Cartas a um Jovem Poeta do autor Rainer Maria Rilke, recebendo esse título pela mensagem que esse livro me trouxe, e ainda, as reflexões as quais ele me levou a fazer.

O livro que eu menos gostei de ter lido esse ano foi Real, Louco, Mortal da Hannah Jayne. De alguma forma o enredo dele não me conquistou, a forma como foi expressada a história também não, sendo que o final me agradou menos ainda. O santo não bateu. Além disso, outro livro que eu li mas tive que me obrigar a terminar a leitura, pois chegou em um ponto em que eu não queria mais nem ver o livro de perto foi Amor Assassino da Bruna Pereira Caetano. No caso desse livro, a ideia central parecia muito interessante, mas o desenvolver da história foi um pouco pobre. Apesar disso, dei créditos ao livro, pelo fato da autora ser super jovem quando o escreveu.

20161231_135657
Eu guardo no armário também os livros que li durante a escola, os famosos paradidáticos! E alguns livros da faculdade, os que eu uso menos. Os outros ficam em outra estante. 

Ainda, o livro que mais me surpreendeu esse ano, no sentido de ‘comecei a ler sem esperar nada dele, e no fim foi uma boa leitura’ foi A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista de Jennifer E. Smith. Achei esse livro pra ler em uma recomendação aleatória na internet e decidi que deveria lê-lo. Foi uma leitura rápida, fácil e cativante, em que eu não esperava nada mesmo do livro, até achei que seria muito bobo ou ruim, pela sinopse, mas no fim, me surpreendi pela forma como a autora do livro usa suas palavras, e sua forma fluída de escrita.

Além disso, de acordo com os marcadores do skoob, terminei o ano com um total de 133 livros que gostaria de ler. Uma lista que cresce cada dia mais.

2016 foi um ano problemático pra mim em diversos aspectos mas, ao mesmo tempo foi um ano cheio de boas lembranças também. Espero que o ano que se inicia venha com diversas surpresas boas e que claro, seja um ano melhor, não só para mim, mas para o mundo. É isso, nos vemos ano que vem com resenhas atrasadas, TBR e Maratona Literária de Verão e se tudo der certo, os diversos textos que prometi um dia escrever, com temas sobre hábitos de leitura sobre os quais já me perguntaram uma vez ou outra e eu prometi que falaria sobre, mas não o fiz.

Que 2017 seja um ano repleto de leituras!~

[OFF-TOPIC] PÁGINA NO FACEBOOK NO AR!

Olá oláaa!!

É com um enorme prazer que hoje venho postar sobre uma novidade do blog!! Agora estamos com uma página também no facebook!

42

Por lá, vocês poderão acompanhar cada novidade nossa que é postada aqui no blog! Além disso, sempre buscaremos postar também novidades nesse mundo maravilhoso da literatura, promoções e se tudo certo, muitas outras coisas!!

Já era uma ideia minha e da Kika fazermos isso, e agora foi concretizada. Espero que gostem e passem por lá pra curtir!!

https://www.facebook.com/42livros01ano/

 

 

[Livros em Série] Maze Runner – Correr ou Morrer (e previsão de lançamento de livro novo à vista!)

A saga Maze Runner –  Correr ou Morrer é uma série de livros da vertente Ficção Científica com doses – muito boas, aliás – de ação, de autoria de James Dashner. A série é composta por seis livros, sendo que cinco já foram publicados, na ordem:

– Correr ou Morrer

– Prova de Fogo

– A Cura Mortal

– Ordem de Extermínio

– Arquivos

– O Código da Febre

E mais, a Editora V&R Editoras Brasil acabou de anunciar o lançamento do sexto livro da série, “O Código da Febre”, para o mês de OUTUBRO desse ano!

A editora postou em seu twitter @VREditorasBR a seguinte imagem:

MazeRunner-OCódigodaFebre

Influenciada por essa notícia – até o momento, maravilhosa, já que eu sou super fã da série – resolvi fazer um post especial aqui sobre essa saga que eu tanto gosto.

Um lembrete: desses livros, Arquivos é exatamente isso, arquivos que fazem referência a diversas passagens dos três primeiros livros da série, que conta com detalhes algumas cenas importantes, com detalhes, ou visão de outro personagem envolvido.

A série começa com a história de Thomas, um menino que não consegue se lembrar de nada da sua vida, além de seu nome, que acorda em uma caixa metálica, com destino a um local onde encontra diversos meninos que o acolhem e o apresentam a um local conhecido como “A Clareira”, um lugar cercado por gigantescos muros, em que ninguém sabe ao certo o por quê de estar ali, sendo que todos chegaram ao local da mesma forma que Thomas, apenas com a memória do próprio nome e mais nada, sem saber o motivo e como terem ido ali parar. Tudo que sabem é que as paredes que o cercam dão forma a um gigantesco labirinto, sendo que as portas de pedra deste se abrem todas as manhãs e se fecham de noite. Além disso,  a cada trinta dias, um menino é ntregue, sempre seguindo a mesma forma. Ainda, o Labirinto é habitado por criaturas horrendas, que tiram a vida daqueles que ali se perdem à noite.

Até que, após Thomas, todos recebem com surpresa um novo habitante no lugar, uma menina. A única a ser enviada desde sempre ao local, esta traz consigo uma mensagem que abala toda rotina criada pelo meninos que ali habitam, revelando assim o papel de suma importância de Thomas naquele local. Mas para isso, ele precisa descobrir os segredos sombrios que estão escondidos dentro de sua própria mente. E correr, e muito, dentro desse tal Labirinto.

Eu já resenhei os quatro primeiros livros da série aqui no blog:

“Sua vida anterior já não existe mais.

Uma nova se inicia.

Lembre. Corra. Sobreviva.”

Livro 01 – Correr ou Morrer

“O Labirinto foi só o começo.

O pior está por vir.

Lembre. Corra. Sobreviva.”

Livro 02 – Prova de Fogo

“O tempo de mentiras acabou.

Corra. Fuja.

Não há mais tempo.”

Livro 03 – A Cura Mortal

Livro 04 – Ordem de Extermínio

– Nas Telonas –

Além dos livros, a série foi adaptada ao cinema, sendo que A Cura Mortal e Prova de Fogo já tiveram seus filmes exibidos nas telonas. O série enfrentou grandes problemas em seu terceiro filme, A Cura Mortal, em decorrência de um acidente que aconteceu no set de filmagens em que o ator que faz o personagem Thomas, Dylan O’Brien, ficou bastante machucado, tendo a finalização do filme e ainda, sua estréia, sido inclusive questionados.

Tem o fato de que a equipe de produção do filme também foi indicada como responsável pelo acidente, dentre outros detalhes. E ainda, o fato de que a atriz Kaya Scodelario, que faz a personagem Tereza, ter anunciado sua gravidez, durante o tempo em que as gravações estavam interrompidas pelo acidente de Dylan.

Assim , para desespero dos fãs, a estréia do filme estava com estréia indefinida.

Mas, esse mês de agosto, a produtora do filme soltou uma nota com uma nova data de estréia para o filme: 11 de janeiro de 2018.

Apesar do alívio para os fãs da série, em saber que o filme da franquia vai de fato chegar as telonas, mas, sim, a espera será torturante, uma vez ser num futuro tão distante.

 

– Considerações Pessoais –

 

Maze Runner é uma série incrível, que eu gosto muito. Os livros são muito bons, principalmente os três primeiros. A pre-sequel, Ordem de Extermínio, não me contagiou tanto.

Os personagens são super bem construídos e completamente cativantes. E os filmes foram muito bem adaptados – eu gostei – apesar de sim, terem grandes mudanças quanto aos livros, como sempre acontece nesses casos.

Super recomendo.

E agora, é a hora pior pro fã, a espera do lançamento do novo livro da série. Outubro tá chegando!!!

[OFF-TOPIC – DIARIO] Harry Potter and the Cursed Child (e ainda, o dia que recebi uns mimos de presente de aniversário adiantado!)

 

Como sempre vou começar o post afirmando que sei que estou com as resenhas atrasadas (e muito), já que eu não terminei nem as resenhas da Maratona Literária de Inverno 2016 que já acabou a praticamente um mês.

Mas hoje estou aqui para falar de um momento muito especial: meu Harry Potter and the Cursed Child chegoooou!

20160822_210507

 

Não agentei esperar pela versão em português e conversando com uma amiga, decidi comprar junto com ela o livro, sendo que ela ficou de me mandar quando eles chegassem. E ele chegooou!

Estou ansiosa demais pra começar a leitura dele e, meu planejamento de leituras que me perdoe, mas vou passar esse aqui na frente com certeza.

E mais lindo do que receber livro novo é receber junto com ele uma surpresa. Quando abri meu pacote, encontrei ainda doceees! A minha amiga que me mandou um livro me mandou esses mimos muito fofos – e gostosos – em lembrança ao meu aniversário, sem saber ela, que ele era nessa quinta-feira!!! Já comecei a semana do anivesário super bem né? Fala sério *0*.

Fiquei feliz demais quando recebi o pacote porque sabia que era o livro, mais feliz ainda em ver esses presentinhos junto! Vai ser uma leitura de felicidade em dobro!

É isso. Na onda do mundo mágico de Harry Potter, o último livro que li, que terminei de ler inclusive, hoje, foi Os Contos de Beedle, o Bardo, que estava na minha bolsa e eu lia um trechinho a cada pausa na correria do dia-a-dia.

Tenho como meta – que pode, ou não, ser cumprida xD – terminar de postar as resenhas para ficar em dia com as postagens em breve, podendo – ou sim, com certeza – demorar um pouco, ao longo do mês de setembro.

 

 

[OFF-TOPIC] NOVA BLOGUEIRA NA ÁREA

Olá Olá!!

Meu nome é Natalia, mas podem me chamar de Nacchan mesmo, e sou a nova colaboradora aqui no Blog Quarenta e dois livros em um ano.

-kika:  Falando de forma mais real, a mais nova escrava do blog aqui hehehehe lol

Mas como vim parar aqui? É uma longa história! Estava eu conversando com a Kika e falando sobre querer fazer um blog e tudo o mais… Quando me propus a escrever por aqui! E a Kika topou! Fim da história xD

– kika: Nós estávamos conversando e eu já traçando planos de como tudo funcionaria. Vai dar certo, vai dar certo!

Bom…amo ler! Amo cheiro de livro, amo ver bookshelfs, amo entrar em livrarias, bibliotecas… Ai ai! Tristeza só bate quando entro na livraria e percebo que não tenho dinheiro pra comprar u-u

– kika: Sei bem como é . . . gastei todo meu dinheiro esse ano em livros, e ainda assim não tenho todos que quero ler (e tem vários outros juntando poeira na estante), é mais forte do que eu lol

Não sei se tenho um gênero favorito, mas leio muitos romances e fantasias… Vocês notarão isso conforme eu for postando por aqui =]

– kika: Temos estilo de leitura muuuito diferente e ao mesmo tempo muito parecido. Não sou muito fã de romances, mas a Nacchan lê muito Yang Adult assim como eu, mas meu amor continua nos livros de romance policial \o/

livros

Além de livros sou viciada em séries e filmes… Mas de forma controlada! Até porque o dia tem 24 horas e fica difícil, né? Procuro ás vezes assistir um anime ou outro…Antigamente era mais obcecada em relação a animes, agora passou um pouco. É…Não sei me apresentar direito, mas vocês me conhecerão melhor! Teremos tempo para isso!

– kika: COOOMO? Como ver séries de forma controlada? Lol Eu não consigo, sou daquelas que quando vicia assiste tudo que já foi lançado de uma vez, fica sem dormir, surta XD

Ainda não sei bem como ocorrerão minhas postagens, mas irei buscar propor desafios ..por exemplo…ler somente livros que tenham …Paris! Ou… Livros com comida na capa! Propostas nesse estilo! Mas focarei mais em séries e trilogias inicialmente!

– kika: Alguém para escrever sobre séries, aleluiaaaa! Uma ideia que eu tive e me propus mas que não tive tempo de levar para frente …

É isso gente!

– kika: Thats all folks! ❤

– Então, com a entrada da Nacchan aqui, o blog vai ter um maior número de postagens e pode acontecer dela escrever sobre livros que eu ainda vou ler e escrever por aqui. Quando isso acontecer eu farei referência sobre a resenha dela, e postarei um comentário sobre ele mais pessoal e mais curto.

Eu tomarei conta da coluna “42 livros em 01 ano”, e as postagens com a contagem dos livros será minha, até porque o desafio é meu. A Nacchan vai se organizar e fazer as postagens dela dentro dos temas dela propostos, vai ser legal.

E claro, sempre que possível, traremos postagens off-topic com temas diferentes, diários do nosso dia-a-dia, estou criando ainda a coluna chamada “CORREIOOOO!”, no qual estaremos postando nossas aquisições de livros com vocês, toda vez que uma encomenda – tem coisa melhor do que quando chega pacote novo? – chegar pra mim ou pra ela.

Muitas ideias surgindo, aos poucos colocaremos as coisas nos eixos!! ^^