[Livros em Série] Caraval

Olá genten!!

Vai uma dose de magia aí?

Hoje vamos falar do livro Caraval, um livro cheio de magia e suspense….

Caraval

Scarlett e Tella moram na ilha de Trisda, com seu pai opressivo e abusivo, após a mãe delas sumir. Elas sofrem com esse pai, que vive batendo nelas a cada erro. Se Tella faz algo errado, o governador Dragna bate em Secarlett e vice versa. Ambas sempre sonharam em encontrar uma forma de sair daquela ilha. E Scarlett vê em seu futuro casamento com um Conde, casamento arranjado onde ela nem sequer conhece-o, uma forma de escapar de seu pai e ser feliz, levando Tella consigo após casar.

O que ela não esperava é que alguns dias antes desse casamento arranjado pelo pai, Scarlett finalmente receberia uma resposta de Lenda, o senhor de Caraval. Todos os anos quando era criança, Scarlett escrevia uma carta para Lenda, pedindo à ele que levasse seu circo para Trisda. As duas ouviam histórias maravilhosas sobre o circo de sua avó, e sonhavam poder conhecer. Caraval nunca passava num mesmo lugar duas vezes. Entretanto, após um acontecimento, Lenda parou de viajar com seu circo, e Scarlett parou de enviar cartas, até essa última, onde dizia que iria se casar e se despedia de vez de Lenda.

Junto com a resposta, ela recebe três ingressos para Caraval, que seria numa outra ilha. Um para Scarlett, outro para Tella e o último para seu noivo. Eis que, mesmo contra sua vontade, ela acaba indo sim para a ilha. Scarlett está focada no casamento e não quer que tudo dê errado, ao contrário de Tella, que resolve logo sair da ilha não importa o custo.

O que Scarlett não sabia é que chegando à ilha de Caraval, descobriria que sua irmã é raptada e ela acaba entrando num jogo, onde o objetivo é encontrar Tella em 5 noites e o prêmio é ganhar um desejo realizado. Basicamente a história é essa! Parece muito bom? Não tem como negar que a proposta é interessante!!

Agora deixa eu contar alguns pontos que não curti taaanto….Primeiro, o fato de que sabemos que existem várias pessoas jogando com ela, mas nem ao menos sabemos sobre outros jogadores direito…é bem de leve, e até esquisito, porque na real, nem parece que os outros estão mesmo jogando!

O tanto de reviravoltas no final me incomodou um pouco! Quando você acha que o segredo final foi revelado e você pensa caramba!! Aí a autora vem e fala, não é isso não, essa aqui é a verdade…e é um atrás do outro, que no final acabou perdendo a graça.

Também não sabemos exatamente o que é essa magia do Caraval, ou como ela acontece. Isso sim foi meio chato pra mim, pois como tudo vinha do nada num mundo onde magia não parecia existir? Ou se existe, não foi mencionado antes. Sabe-se sim que a avó delas dizia que Caraval era mágico, mas o resto do mundo parece ser bem normal…então sei lá.

Agora algo que gostei, a narração da escritora. Gostei da forma que ela criava cores e magia dentro do livro e desse mundo. A escrita é meio poética de certa forma. Apesar de às vezes ser desnecessário, não foi incômodo nenhum para minha leitura. A forma que ela apresenta é possível imaginar o cenário e tudo mais.

As duas irmãs possuem um relacionamento muito forte. Isso é um ponto positivo no livro também. Apesar de Tella parecer ser às vezes ser egoísta…enfim, mais para frente sabemos as motivações dela. Scarlett poderia ser melhor trabalhada, pois em alguns momentos achei ela meio…contraditória. Às vezes ela passa uma imagem de racional, mas aí se deixa levar fácil pelas coisas em volta…

Ah! Daí temos Julian, o pirata que leva as irmãs para a ilha e acaba participando do jogo junto com Scarllet, e obviamente se torna seu par romântico. Outro personagem que poderia ser um pouco mais do que é…porque no fim ele acabou sendo apenas um cara misterioso…e que talvez nem seja isso.

Também vale mencionar em como o livro é lindo demais! A diagramação dele está maravilhosa!!

Bom, apesar de toda essa crítica aí, o livro me envolveu, porque eu queria saber sim quem era Lenda, e raios o que é tudo isso acontecendo! Temos um gancho ali para o próximo livro, que creio que lerei para saber se vai ser contado coisas que ficaram em débito nesse primeiro.

Por hoje é isso genten!!

Até a próxima!

Anúncios

[Livros em Série] A melodia feroz

Oii genten!!

Hoje trarei uma duologia maravilhosa!

A Melodia Feroz

Sumi semana passada? Sumi…mas estava corrida, e acabei me esquecendo de postar aqui o livro recente que li da nossa querida Victoria Schwab! Ela, que escreveu Um tom mais escuro de magia, que já resenhei aqui.

Bom…devo dizer que esse livro é maravilhoso logo de cara, porque né, o que é bom queremos exaltar logo.

Schwab cria aqui um mundo muito diferente!! Temos monstros que nascem quando um ato de violência ocorre…e são 3 tipos. Os corsais, que nascem de atos mais leves…os malchais, que nascem quando há homicídio, e os sunais, quando não é apenas uma morte, e sim várias.

Com esses monstros nascendo, a cidade onde se passa nossa história, provável que uma ex-cidade dos EUA, cidade V, acaba por se dividir em duas, por divergências políticas e talz. Um lado temos Harker, um cara ambicioso, que controla os monstros e vende segurança para aqueles do seu lado. Quem não tem como comprar tem que dar um jeito. Do outro lado temos Flynn, rígido, quer afastar os monstros e caçá-los, e controlar as pessoas para que não haja mais violência.

E aí entra em nossa história Kate Harker, filha do Calum Harker, quer se mostrar forte, sem emoção, afim de ganhar aprovação de seu pai, e que merece a atenção dele. A relação deles é bem conturbadinha. E do outro lado August Flynn, um sunai adotado por Henry Flynn, que vive como sendo seu filho e de sua esposa, com seus dois irmãos sunais, mas que quer ajudar de alguma forma. Mas Henry prefere mantê-lo sempre em casa, para que Harker não o descubra.

Isso até o momento em que Kate, após finalmente conseguir voltar para cidade V, ingressa na escola,e por fim os Flynn decidem matricular August para que ele monitore se Kate é como o pai…e bom, os dois acabam por, obviamente, ir se conhecendo, e se metem em apuros quando Kate está sendo caçada.

Olha só, a partir daí o livro é eletrizante. A gente passa a conhecer melhor os monstros e características de cada um, e o que os sunais também são capazes de fazer. A narrativa de Victoria é tão boa, que nos prende a cada página. No início eu achei que não me prenderia, porque começa sim um pouco devagar, mas aí você se vê querendo descobrir mais e mais. Acredito que esse livro me prendeu muito mais que Um toque mais escuro de magia.

É interessante ver o que ela foi capaz de construir aqui, esse mundo diferente. Já pensou se cada ato nosso de violência gerasse um monstro!! Nosso mundo estaria perdido…

Enfim, já temos o segundo livro lançado aqui no Brasil, com o título O dueto sombrio, e logo logo irei adquirir!! Ah sim, vale lembrar que é uma duologia!! Ou seja, vamos saber já o desfecho disso tudo nesse próximo livro!

Por hoje é isso!!

[Livros em Série] Corte de asas e ruína

Oláa genten!!!

Finalizei essa série incrível da Sarah e tive que vir trazer pra vocês!!

Antes de focar na série como um todo, vou comentar primeiro o terceiro livro.

Corte de Asas e Ruína

~~~SEM SPOILER~~~

Gente, esse terceiro livro nos aprofunda em Prythian e nas relações de uma Corte com as outras, e seus respectivos Grãos-Senhores. Muito legal mesmo conhecê-los, apesar de que poderia ser ainda mais desenvolvido em questão de conhecermos ainda mais cada um deles…mas acho que não caberia nas circunstâncias! Quem save um spin-off das outras Cortes?

Ah, temos uma Feyre determinada e mostrando a que veio, apesar de uma escolha ou outra que fiquei ” Meu Deus…”, nunca deixou de ser a Feyre. Esperava uma participação maior dela no ápice do livro, o que ocorreu de certa forma…mas não do jeito que ansiava.

Conhecemos melhor a história de Mor, Azriel e Cassian…assim como do Entalhador de Ossos…e descobrimos mais também a participação de Suriel ( aparece desde o primeiro livro).

O terceiro livro também envolve mais do mundo humano, mas não de forma UAU!! Apesar de que foi uma participação em um ótimo momento.

Gostei bastante desse livro, de toda a carga emocional que ele trouxe, das partes com mais ação e a guerra. Talvez esperasse um pouco mais da guerra em si, já que é algo que vemos prestes a estourar desde muito antes, mas nada que me desanimasse. Amei demais!

~~~~~~~~~~~~~~ TRILOGIA~~~~~~~~~~~~~~

Agora falando de uma forma mais profunda da série como um todo, para quem gosta de uma fantasia com romance, não deixe de ler! A série traz personagens envolventes, um romance maravilhoso, uma protagonista que vemos amadurecer, ação e risadas.

O interessante é que quando você inicia a série, você imagina que ela seguirá um certo rumo, e que talvez seja o mesmo de sempre, e aí o primeiro livro termina e você pensa…”ah, vou ler sim o segundo, afinal o que será que acontece?”. Só que o segundo é muuuuito melhor que o primeiro (e eu gostei bastante dele). O segundo é muito mais envolvente, os personagens são mais envolventes e a leitura passa muito rápido!!

Não acho que o 3 tenha sido melhor que o 2…talvez porque eu tenha curtido demais os relacionamentos no 2…a Feyre se descobrindo…o 3 ficou muito mais focado na guerra, obviamente…mas ver a Feyre causando no início do livro foi maravilhoso demais!!

Não tem como não amar essa série!

Resultado de imagem para court of frostMinha única decepção maior foi ver o papel da Feyre na guerra, pois esperava mais no final…e talvez o fato de não saber um desfecho como um todo! Tipo, o que será de cada um dos personagens? Mas a autora já vai lançar um novo livro, que provavelmente suprirá essa minha necessidade!! Em inglês vai sair dia 1/05, com o título ” Court of Frost and Starlight”.

De forma geral, só tenho amores por essa séria maravilhosa, pelos personagens cativantes…Rhysand nem se fala…pela forma que a autora escreve! Sim, a narrativa é muito boa, pois você consegue imaginar o cenário, sem precisar daquela descrição cansativa. É ótimo!!

Está mais que recomendado!!!

Por hoje é isso! Até a próxima!!

[Livros em Série] The Beauty of Darkness

Pois é…acabou!

Terminei a série ” As Crônicas de Amor e Ódio” e me bateu uma deprezinha na hora que vi que acabou…

The Beauty of Darkness

E aí? Foi bom? Deixe-me falar dos meus sentimentos por esse livro.

O segundo livro foi bom, mas foi um pouco mais…enrolado…já esse terceiro, foram tantos acontecimentos do começo ao fim, que me prendeu de um jeito que não esperava. Eu estava levemente receosa de não gostar muito desse livro. Ainda bem que superou em um tanto minha expectativa.

Temos Lia querendo voltar ao seu Reino para alertá-los de uma possível ameaça eminente, salvar o Reino e mostrar a todos o que ela é de verdade…e Rafe querendo fazer o mesmo pelo seu Reino. Aí começam desentendimentos entre os dois, e você fica…será que vão ficar juntos? Será que finalmente ela ficará com o Kaden? (eu sou tem Kaden gente, adoro ele demais).

Enfim, vemos a Lia mais do que determinada, tomando suas decisões, mostrando-se mais que uma princesa qualquer. Nossa, nesse livro aqui ela ganhou de vez minha admiração. Ela soube se impor, soube jogar o jogo! Sabia o que queria! Gente, ela arrasou!!!

Rafe também mostrou-se leal ao seu Reino…apesar de me deixa com raivinha de vez em quando por não entender a Lia…e mesmo assim ele me surpreendeu em alguns momentos dos livros. Kaden me ganhou também me mostrando o lado que já sabia que existia nele para Pauline. Caso vocês tenham lido o primeiro, lembrem-se que Pauline odeia o Kaden depois do que ele fez.

Kaden estava ali para Lia, ajudá-la em suas decisões, e sendo um amigo de confiança, e mais que isso, um amigo que a entendia. Amei.

As intrigas no começo só pioram, e depois você acompanha o desenrolar! Gente, que coisa maravilhosa. E digo mais, o desfecho foi digno, viu? Eu curti pra caramba, e bom, achei não ia gostar porque tinha lido um spoiler … mas gostei sim! Achei que terminou…certo, sabe?

Agora fazendo um apanhado geral da série…foi uma ótima leitura! Os livros te prendem, e o que existe nele não é a magia do jeito que estamos acostumados. É legal acompanhar os Reinos e suas diferenças, e como cada um realmente é fiel ao seu Reino.

Vemos ainda os nossos três personagens principais evoluírem e construírem sua personalidade. Entendemos melhor cada um deles. Principalmente Kaden, que foi se abrindo e mostrando o que fez ele se tornar o Assassino de Venda. Vemos o desfecho que o Reino de Venda ganhou, assim como o Komizar.

O romance não é aqueles tediosos, muito menos foi aqueles romances instantâneos, ou aqueles sem sentidos ou mesmo grudentos…foi tudo na medida certa, e o melhor que o foco não era esse. Ele era parte do todo.

A série me ganhou! Foi bem escrito, a narrativa alternando pontos de vista foi muito boa, sem deixar confuso. As capas da editora Darkside estão maravilhosas (como sempre, né? Darkside é Darkside). Vale a pena investir? E como vale! Quem gosta de romances, com intrigas entre reinos, disputa e uma dose de magia e crenças, com certeza vai curtir!!!

[Livros em Série] A queda dos reinos

Meu deus! Oi gente!!

Vim falar hoje desse livro que me tirou horas de sono! Deu pra sentir que é bom, né?

A Queda dos Reinos

“A queda dos reinos” é o primeiro livro dessa série criada por Morgan Rhodes. Nesse livro temos um país dividido por três reinos. O lindo e próspero Auranos, o mais pobre no meio chamado Paelsia, e ao sul, onde o frio é evidente, Limeros. Vamos ter protagonistas em cada um desses reinos.

A princesa Cleiona, Cleo, é a princesa teimosa, dedicada ao reino, chamada de mimada, de Auranos. Ama sua irmã e por ela lutou até o fim. Alguém que precisou ter forças além da conta e passou a acreditar no que pra ela era inacreditável…a magia.

Aí temos Jonas, filho de um vendedor em Paelsia, que por um impulso de um Aurano, teve sua vida revirada, e busca por vingança. Pra isso, ele se tornou mais forte, controlou suas emoções, e busca um meio de melhorar seu reino para todos.

E em Limeros, conheceremos Magnus, futuro Rei, e sua irmã Lucia. Magnus é complexo…tanto pelos sentimentos em relação ao seu pai quanto por sua irmã. Ele procura sempre esconder tudo o que sente. Lucia descobre nesse livro mais sobre ela mesma e o que é capaz de fazer.

Enfim, posso dizer que a história desses 4 personagens se cruzam em diversos pontos. Uma guerra está por vir entre os reinos, e iremos acompanhar os 4 nisso tudo. A narrativa alterna entre eles e os pensamentos que lhes passam conforme a história se desenvolve.

Como livro introdutório, eu gostei bastante!! Embora não tenha ainda criado muita afeição por nenhum personagem…e espero que isso mude nos próximos livros. Achei também o romance que teve entre Cleo e Theon meio…sei lá, rápido? Não deu pra sentir um amor se desenvolvendo ali, apenas me pareceu um amor substancial…e mesmo assim, a autora fez desse romance algo gigante pra Cleo.

Tirando esse pedacinho que me incomodou um pouco, eu consegui apreciar a leitura bem até demais, a ponto de não querer largar o livro, sabe?

Poxa, um livro que envolve magia, reinos, uma dose de romance…é meu ponto fraco!

Eu amo fantasias, claro, mas nem todas me prendem dessa forma. Estamos vendo os personagens amadurecendo, e dá pra sentir quo próximo será muito melhor!!

[Livros em Série] Ladrões de Sonho

Hello genteeen!!

Hoje vim trazer o segundo livro da série de Maggie Stiefvater!! Prometo passar sem spoilers!

LADROES_DE_SONHOS

Esse segundo livro da série foi, pra mim, ainda melhor que o primeiro!

No primeiro livro, a gente é apresentado à série, conhecemos um pouco sobre cada personagem e o sobrenatural envolvido. Nesse segundo, somos um pouco mais aprofundados em relação à algumas coisas.

Primeiro, esse segundo livro devo dizer que está focado em Ronan Lynch. Conhecemos ele no primeiro como um cara durão, intimidador, com cara de poucos amigos…( e por aí vai…). Nesse segundo a gente descobre que ele é mais que isso, possui seus medos, suas inseguranças…conhecemos mais o passado dele e a relação dele com…sonhos. E olha, achei essa parte dos sonhos bem interessante!

E aí vem a parte do Adam Parrish. Adam, depois do acontecido no primeiro, torna-se o revoltado do grupo. Já não se mostra mais presente como antes, e se deixa explodir em mais de uma ocasião. Nesse livro também descobrimos que Adam tem um papel fundamental em tudo o que está acontecendo ou que virá a acontecer.

Gansey é o Gansey. Nesse livro também vemos que nem sempre ele é centrado, já que assim como Adam, perdeu a paciência e mesmo mostrou um outro lado seu. E vemos como ele sempre que carrega o mundo em suas costas.

Noah já devo dizer que não se destaca nesse livro…aparece ali pra ficar do lado de Ronan e protagonizou uma cena interessante com Blue, que apesar de estranha, achei fofa. XDD

Blue é demais! Uma figura feminina que ainda se mostra forte como no primeiro. Gostei ainda mais dela agora!

Gente…estou adorando a série! Surgiu um personagem secundário aqui conhecido como Homem Cinzento que achei bem interessante! Também o sobrenatural do livro evoluiu um pouco mais, então devo aguardar que o terceiro terá ainda mais disso.

A escrita de Maggie não decepciona. É aquilo, o primeiro foi ótimo sim, e o segundo soube elevar o nível!

Já faz um tempo que escrevi sobre o primeiro por aqui, e demorei pra decidir ler o segundo…sempre revezo muito os livros! Não vai ser agora que irei ler o terceiro…pois depois de uma fantasia, estou embarcando em um romance…mas como estou curiosa, acho que logo logo pego pra ler o terceiro e venho contar aqui pra vocês o que achei!

Por hoje é isso!!

[Resenha Literária] Minha Lady Jane

Um livro que estava animadíssima para ler!!

Minha Lady Jane

Livro: Minha Lady Jane
Autor: Cynthia Hand, Brodi Ashton, Jodi Meadows
Editora: Gutenberg
Páginas: 368

Esse livro vai nos trazer uma nova versão da história de Jane Grey, prima do Rei Eduardo VI, da Inglaterra, século XVI. Alguém aí já ouviu falar de Jane? Bom, para aqueles que não sabem nadinha de nada sobre a protagonista, vou falar um pouco sobre a história de Jane.

Vou escrever aqui sobre o que li até então sobre a história de Jane Grey, mas se foi assim mesmo, confesso não saber. Bom…Jane, aos quinze anos, foi obrigada a se casar com Guildford Dudley, filho da principal figura do Conselho do Rei, John Dudley. Tudo corroborando com os planos de sua mãe, Francis, para que sua filha assumisse um dia o trono.

Com a morte do Rei Eduardo próxima, ele acaba por deixar o trono para sua prima Jane, em vez de para sua irmã, Maria Tudor. Jane Grey foi coroada Rainha, e apena aceitou a coroa, mesmo achando que não possuía direitos legítimos sobre o trono. Claro que John Dudley também esperava com isso ter um certo controle sobre todo o governo…já que era seu sogro.

Para quem acha que Maria aceitou tudo isso, claro que não. Nove dias depois, Maria tomou a coroa para si, prendeu sua prima, que logo mais tarde, mandou decapitar. Jane Grey foi decapitada depois de ser Rainha por nove dias, na Torre de Londres. Condenada por traição. Ah, seu marido aparentemente também foi, decapitado em audiência pública.

Resumo aí da historinha de Jane. Agora vamos falar sobre o livro??

Assim como aconteceu, Rei Eduardo, ao estar perto de morrer, fez sua prima Jane Grey casar-se com Gifford, ou Gê, filho de John Dudley. Claro que isso fez parte de um plano de John e a mãe de Jane, Francis. Logo após esse casamento, Eduardo já assina um documento nomeando Jane como futura rainha.

Em sua lua de mel, Jane primeiro descobre que seu marido na verdade transforma-se em cavalo durante o dia!! Tipo, como assim?? Bom, existem os chamados edianos, aqueles capazes de se transformar em algum animal, e os verdádicos, aqueles contra os edianos. Jane sempre quis ser uma ediana e apoia os que são, e em nenhum momento se mostra contra seu marido, apenas gostaria que ele aprendesse a controlar a transformação, mas Gê vê isso como maldição.

Quando os dois estão acostumando-se com seu relacionamento, Jane é chamada a ir ao palácio e assim, subitamente, descobre que é a nova rainha da Inglaterra e que seu primo Eduardo está morto. Agora, vemos Jane tentando se acostumar com o fato de ser rainha, e ainda descobre que a irmã de Eduardo, uma das na verdade, já que ele possui duas (Maria e Elizabeth), Maria, quer tomar o reino.

Gente, o livro é incrível!! A forma de narração das autoras é maravilhosa!! Gostoso de ler e ainda possui um toque de humor!! Ah sim, e vira e mexe as narradoras aparecem na história para comentar algo. O que poderia ser um fiasco, foi ponto forte do livro! Não é sempre que três escritoras no mesmo livro conseguem combinar tão bem a narração.

Os personagens que são apresentados são cativantes demais!! Jane é apaixonante, com seu jeito peculiar! Ama livros com força! Não guarda os pensamentos para si! Esperta! Bom, adorei a Jane! Assim como adorei o Gifford! Gifford descobre mais sobre Jane e vemos ele se apaixonando! Ele, que se faz inicialmente de durão! É ótimo!!

O romance que temos no livro em nenhum momento é forçado ou me deixou tipo, como assim? Foi bem construído! Todo o livro foi!

Vale mais que a pena ler Minha Lady Jane!!! Tudo nele está incrível!

 

 

[LIVROS EM SÉRIE] THE KISS OF DECEPTION

kod

LIVRO: THE KISS OF DECEPTION

SÉRIE: CRÔNICAS DE AMOR E ÓDIO

AUTORA: MARY E. PEARSON

EDITORA: DARKSIDE

PÁGINAS: 406

Gente, olha esse livro!! Ele é simplesmente lindoo!! A capa é maravilhosa… Foi amor à primeira vista! Hahahha! E por dentro também, as páginas e sua diagramação estão ótimas! Darkside sempre divando!! *-*

E a história? Quando você pega apenas a premissa da história, parece bem clichê. Uma princesa destinada a um casamento arranjado decide fugir para evitar, e acaba encontrando-se num triângulo amoroso. Parecia isso. Mas aí a surpresa que tive ao ler o livro ao descobrir que vai muito além disso.

Bom, vamos lá. Como mencionei, Lia é mesmo uma princesa destinada a um casamento para criar uma aliança com um outro reino, afim de amenizar a tensão que existe entre eles. Mas Lia não tinha intenção de apenas aceitar esse destino, e junto com sua …hmm “dama de companhia” e melhor amiga, decide fugir um pouco antes de subir ao altar.

kodinsideLia passa a morar em Terrasen, cidade que logo ela passa a ver como seu lar. Começa a trabalhar em uma pensão, servindo, limpando e tudo o mais. Tudo parecia estar indo muito bem…

Mas é claro que as coisas complicam para a Lia. O príncipe, para quem ela estava prometida, decide ir atrás dela, para conhecer como seria essa mulher que decide fugir ao invés de casar. Se não bastasse, um assassino é contratado para encontrá-la e mata-la (claro…). Enquanto lemos, ficamos sabendo apenas quem um deles chama Rafe e o outro Kaden, mas não sabemos quem é o príncipe e quem é o assassino, e isso deixa tudo mais intrigante e mais interessante. A gente descobre quem é quem só lá pra frente.

” Eu me perguntava como seria ter alguém que me conhecesse tão bem, alguém que me olharia direto na alma, alguém cujo próprio toque eliminaria todos os meus outros pensamentos”

E como não podia deixar de ser, Lia se vê envolvida romanticamente com eles. O que achei muito legal nesse livro é o fato de que a gente nota que Lia não fica o tempo todo suspirando pelos dois. Ela sabe que gosta mais de um deles, e não fica naquela confusão que costumamos ver nesse tipo de romance.

Vale mencionar que Lia é uma primeira filha…Isso significa que ela tem dons…bom, todas as primeiras filhas possuem algum tipo de dom, uns mais valiosos que outros. A mãe de Lia, por exemplo, é capaz de ver situações futuras. Entretanto, a Lia no começo ainda não teve seu dom revelado, e isso é envolto em mistério… Que não cabe a eu revelar… Hahaha!

Esse livro nos suga para uma fantasia super empolgante!!  Não é um simples romance…e cada página parece que nos traz um mistério novo! Desde o início sabemos que Lia roubou algo quando fugiu, mas sem saber o que era. E pelo visto é algo importantíssimo!! E eu fiquei naquela “mas o que é isso? Preciso saber logo!!!” Ai, sem palavras para esse livro.

As Crônicas de Amor e Ódio é muito bem escrito, e a história até então está muito bem amarrada, e você não fica com aquelas dúvidas conforme os fatos vão acontecendo. É quem tem livro que você lê e aí parece que algo não faz sentido! Não é esse o caso, eu não me vi perdida ou mesmo cansada da leitura. Mary E. Pearson sabe contar história.

O romance não é desgastante, os mistérios não são entediantes, e os personagens são bem construídos e envolvente. Lia não se mostra uma personagem chata! Ela é bem decidida, bondosa sem ser forçado, amorosa e sabem quem é. Os dois rapazes também são bem interessantes e a gente vai conhecendo eles melhor de pouco em pouco, não é nos dado tudo de uma vez.

Olha…é fantástico!!!! Foi um dos livros mais comentados por aí, e agora sei o porquê! Quem não leu ainda, leia imediatamente! Coloca já na lista de próximas leituras, porque simplesmente é maravilhoso! Envolvi-me completamente!

hodAh, e a editora Darkside já anunciou que o Volume II, The Heart of Betrayal, já será lançado agora em outubro! A capa também está linda! Editora Darkside só amor *-*

Leiam logo, gente!!!!!!