[Off-Topic – Diário] Viagem à vista (sobre diários de leitura de viagem, ou uma tentativa dela)

Bom dia!~

Hoje sem resenhas ainda, vim aqui para atualizar para informar que estou partindo em viagem hoje. Sim, a Naachan chegou e eu estou indo. MAS, longe da chiqueza da viagem dela, que foi para os States, eu irei fazer uma viagem mais modesta. Estou indo para Curitiba visitar uma amiga e claro, para passear muito, já que eu nunca fui para lá.

Vou ficar por lá até sábado, e aliado aos passeios, tenho alguns trabalhos da pós-graduação para fazer, então já me arrisco em dizer que uma atualização nesse período vai ser bem difícil. Aliás, ler também vai ser bem raro, eu acho. Mas sempre se dá um jeito.

Então, vamos ao outro motivo dessa atualização. Vim aqui falar sobre os livros que separei para ler durante a viagem – até porque, vou fazer escala tanto na ida quanto na volta, então vou ter um tempinho ocioso – não que eu vá de fato conseguir ler muita coisa.

Eu já estou lendo alguns livros, mas como não queria ficar carregando muito peso, escolhi um livro físico e um e-book, sendo que o e-book eu já comecei a ler.

O e-book trata-se do livro Zodíaco do autor Robert Graysmith, que fala sobre o serial killer Zodíaco, que teve seus atos manifestados nos EUA. Eu particularmente gosto muito dessa temática, sendo fã de séries como CSI e Criminal Minds, e ainda, depois de ter tido as matérias de Criminologia e Psicologia Jurídica na faculdade.

20161101_0045431

O livro físico que estou levando comigo é O Jantar do autor Herman Koch, sobre o qual comentei no último unboxing. Aliás, nesse post eu havia dito que tal livro estaria no final da minha lista de – muitos, devo dizer – livros para ler, e que ele teria que esperar um pouco. Bem, eu resolvi passar ele na fila, pois se trata de um livro não muito grande, sendo leve de carregar. O objetivo era levar o Cidade dos Etéreos comigo, já que ele está na minha estante me encarando tem um tempo, mas como esse é da edição de capa-dura, ele é um pouco pesado, o que contraria minha tentativa de praticidade na viagem.

Bom, é isso. Estou ansiosa pela viagem, pelas leituras, pelos passeios. Não sei ainda se vou visitar alguma biblioteca ou livraria por lá, mas o objetivo é tentar não comprar nenhum livro para trazer, já que eu tenho uma pilha de livros encalhada em casa para ler. Mas nunca se sabe né?

Anúncios

[OFF-TOPIC] PÁGINA NO FACEBOOK NO AR!

Olá oláaa!!

É com um enorme prazer que hoje venho postar sobre uma novidade do blog!! Agora estamos com uma página também no facebook!

42

Por lá, vocês poderão acompanhar cada novidade nossa que é postada aqui no blog! Além disso, sempre buscaremos postar também novidades nesse mundo maravilhoso da literatura, promoções e se tudo certo, muitas outras coisas!!

Já era uma ideia minha e da Kika fazermos isso, e agora foi concretizada. Espero que gostem e passem por lá pra curtir!!

https://www.facebook.com/42livros01ano/

 

 

[OFF-TOPIC] NOVA BLOGUEIRA NA ÁREA

Olá Olá!!

Meu nome é Natalia, mas podem me chamar de Nacchan mesmo, e sou a nova colaboradora aqui no Blog Quarenta e dois livros em um ano.

-kika:  Falando de forma mais real, a mais nova escrava do blog aqui hehehehe lol

Mas como vim parar aqui? É uma longa história! Estava eu conversando com a Kika e falando sobre querer fazer um blog e tudo o mais… Quando me propus a escrever por aqui! E a Kika topou! Fim da história xD

– kika: Nós estávamos conversando e eu já traçando planos de como tudo funcionaria. Vai dar certo, vai dar certo!

Bom…amo ler! Amo cheiro de livro, amo ver bookshelfs, amo entrar em livrarias, bibliotecas… Ai ai! Tristeza só bate quando entro na livraria e percebo que não tenho dinheiro pra comprar u-u

– kika: Sei bem como é . . . gastei todo meu dinheiro esse ano em livros, e ainda assim não tenho todos que quero ler (e tem vários outros juntando poeira na estante), é mais forte do que eu lol

Não sei se tenho um gênero favorito, mas leio muitos romances e fantasias… Vocês notarão isso conforme eu for postando por aqui =]

– kika: Temos estilo de leitura muuuito diferente e ao mesmo tempo muito parecido. Não sou muito fã de romances, mas a Nacchan lê muito Yang Adult assim como eu, mas meu amor continua nos livros de romance policial \o/

livros

Além de livros sou viciada em séries e filmes… Mas de forma controlada! Até porque o dia tem 24 horas e fica difícil, né? Procuro ás vezes assistir um anime ou outro…Antigamente era mais obcecada em relação a animes, agora passou um pouco. É…Não sei me apresentar direito, mas vocês me conhecerão melhor! Teremos tempo para isso!

– kika: COOOMO? Como ver séries de forma controlada? Lol Eu não consigo, sou daquelas que quando vicia assiste tudo que já foi lançado de uma vez, fica sem dormir, surta XD

Ainda não sei bem como ocorrerão minhas postagens, mas irei buscar propor desafios ..por exemplo…ler somente livros que tenham …Paris! Ou… Livros com comida na capa! Propostas nesse estilo! Mas focarei mais em séries e trilogias inicialmente!

– kika: Alguém para escrever sobre séries, aleluiaaaa! Uma ideia que eu tive e me propus mas que não tive tempo de levar para frente …

É isso gente!

– kika: Thats all folks! ❤

– Então, com a entrada da Nacchan aqui, o blog vai ter um maior número de postagens e pode acontecer dela escrever sobre livros que eu ainda vou ler e escrever por aqui. Quando isso acontecer eu farei referência sobre a resenha dela, e postarei um comentário sobre ele mais pessoal e mais curto.

Eu tomarei conta da coluna “42 livros em 01 ano”, e as postagens com a contagem dos livros será minha, até porque o desafio é meu. A Nacchan vai se organizar e fazer as postagens dela dentro dos temas dela propostos, vai ser legal.

E claro, sempre que possível, traremos postagens off-topic com temas diferentes, diários do nosso dia-a-dia, estou criando ainda a coluna chamada “CORREIOOOO!”, no qual estaremos postando nossas aquisições de livros com vocês, toda vez que uma encomenda – tem coisa melhor do que quando chega pacote novo? – chegar pra mim ou pra ela.

Muitas ideias surgindo, aos poucos colocaremos as coisas nos eixos!! ^^

 

[OFF-TOPIC – DIÁRIO] RIDDLE DIÁRIO (ou como um quiz sobre Harry Potter tem tirado o sono de muitos Potterheads)

 

Vim até aqui não para postar uma resenha – sim, eu seeei, estão atrasadas – mas é por uma boa causa . Esses dias foi colocado no ar um jogo feito por fãs de Harry Potter para fãs de Harry Potter, que se chama ‘Riddle Diário’, que você pode acessar aqui: RIDDLE DIARIO !

Screenshot_2016-08-02-20-41-11.png

Esse jogo foi criado por dois Pottherheads e tem um perfil oficial no twitter aqui Riddle Diario – Perfil Oficial Twitter .

Ele funciona no esquema dos jogos de Riddle, em que se tem em uma página normalmente uma imagem, uma frase e dicas escondidas. Tudo isso que se encontra na página serve para encontrar a resposta para a próxima fase do jogo.

Então, a resposta é escrita na URL da página após a barra que a sucede. No caso, no Riddle Diario, consta nas regras ainda, que deve-se colocar o número da fase que você se encontra ANTES da resposta, por exemplo: “www.riddlediario.com/00resposta. Mas a fase aparece pra você em todas as pages que abrem, então não precisa ficar decorando não ^^.

Eu levei aproximadamente 3 horas para finalizar a primeira parte do jogo, que é chamada de ‘Primeiro Ano’, que contém 30 fases. Pelo que eu li, serão lançados com o tempo, todos os outros seis anos, que correspondem aos anos estudados em Hogwarts, e eu claro, mal posso esperar pelos próximos.

É verdade que é necessário ter um conhecimento grande em Harry Potter, em infos lançadas durante toda a saga, mas é ainda mais importante a capacidade de encontrar todas as dicas, entendê-las e ligá-las, para que assim se consiga desvendar a resposta. Nem sempre o conhecimento em Harry Potter basta.  Ter uma boa habilidade de busca de informações em sites de pesquisa é também muito útil.

Para mim foi tranquilo me adaptar com a forma que o jogo se apresenta, pois eu já estou acostumada a jogar esse tipo de jogo há algum tempo – tipo uns 10 anos – o que facilitou meu entendimento de onde procurar as dicas e como pesquisá-las.

E nem por isso foi uma tarefa fácil, devo dizer. Tiveram algumas fases que quase me fizeram jogar o computador pela janela lol e confesso, teve uma que eu passei por chute. Não sabia a resposta com certeza, e fiquei escrevendo várias coisas que pareciam com as dicas, até que foi. Sim, nada muito digno.Co0_qE5W8AA7dFV (1).jpg

Eu sou um pouco sistemática então anoto as dicas enquanto penso na resposta, como se estivesse resolvendo uma prova de verdade. Se eu estudasse assim . . . pois é.

E a conclusão que eu cheguei após terminar o jogo foi de que valeu a pena. O jogo é super divertido para quem é fã da saga Harry Potter, e para quem gosta de desafios de lógica também. Super recomendo. Mas já aviso, se preparem, que vai ter choro, vai ter raiva e vai ter frustração xD.

paginafinal.jpg
Depois de muito quebrar a cabeça, essa é a última tela que aparece ❤

[OFF-TOPIC – DIÁRIO] the road so far … #MLI2016 (ou como o flop dessa vez não me alcançou! xD)

E finalmente a Maratona Literária de Inverno 2016 coordenada pelo canal Geek Freak chegou ao seu fim.

CmcYTirW8AAFfgP
Foto da primeira semana de maratona. O retrato da derrota da pessoa que passou a madrugada de sábado pra domingo lendo lol.

Vou fazer aqui um apanhado geral mas antes vou falar da última semana de maratona.

O tema  da quarta semana era diversidade e por isso eu escolhi como leitura dessa semana o livro Tudo Pode Acontecer do  Will Walton. No mais, continuo a leitura do O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares e comecei a leitura do Os Contos de Beedle, o Bardo, que é um livro curtinho, mas enquanto meu Cursed Child não chega, to lendo beem devagarzinho mesmo, pra não acabar logo – às vezes eu tenho dessa de não querer que o livro acabe lol –.

Aliás, hoje eu não resisti e comprei mais dois livros, a previsão é eles chegarem na semana que vem. Bateu um peso na consciência sim, porque essa semana limpei minha estante de livros e tirei de lá um monte de livro que eu ainda não li. Mas tudo bem vai, tinha promoção. Não tem como resistir à promoção xD.

Bom, com isso se encerram as atividades da MLI 2016 e posso dizer que dessa vez o flop não me alcançou! Decidi por um número menor de livros do que o ano passado, trabalhei com as minhas limitações e consegui cumprir todas as minhas leituras esperadas e alguns lucros.

E minha TBR da Maratona Literária de Inverno 2016 ficou assim:

  • Semana 1: Encalhados

Nada Dura para Sempre – Sidney Sheldon

  • Semana 2: Hype

Anexos – Rainbow Rowell

  • Semana 3: Outros Mundos

O Destino da Número Dez – Pìttacus Lore

A Lista de Brett – Lori Nelson Spielman

  • Semana 4: Diversidade

Tudo pode acontecer – Will Walton

A minha proposta era ler 4 livros, um por semana, mas consegui encaixar um livro extra na terceira semana, resultando na leitura de 5 livros no período de quatro semanas. Um número razoável e muito positivo, considerando que li mais do que andava lendo esse ano, o que é um objetivo da maratona em si. E, muito feliz porque o flop não me alcançou dessa vez!

Ok vai, estou atrasada com todas as resenhas, mas vou postar elas com o tempo pra tentar deixar o blog em dia. Só preciso me organizar um pouco. Fazer resenha do “O Destino da Número Dez” tem sido difícil. Como escrever sobre um livro sem dar spoiler de uma série inteira? Pois é.

É isso. Um mês de leitura intensa chega ao fim, com muitas leituras agora para serem terminadas. Em breve eu volto com as resenhas e as novidades!

[Off-Topic –Diário] Explicando. Justificando. Desabafando. (ou como eu cai numa rotina maluca)

Sim, mais um off-topic. Começando maio com mais um diário. O motivo é … eu não ando lendo muitos livros – veja bem, eu disse livros. -. Eu ando lendo muitos mangás nesses últimos dias. Vou fazer um post sobre isso em breve – eu espero – e ando assistindo muitos programas de variedade e novelas coreanas – sim, também pretendo falar sobre isso em breve ^^, até porque, há anos que eu não assisto de fato á televisão, assistindo apenas programas de tv coreanos semanais, como se acompanhasse a programação de lá, de vários canais diferentes aliás, e vou explicar, eu espero, como isso aconteceu e surgiu na minha vida lol -. Isso tem ocupado todo tempo livre que eu tenho entre as aulas de alemão, academia, taikô, aulas da pós e os estudos.

Parece besteira, mas acho que ando meio obcecada. Tem umas boas três semanas que tenho lido apenas algumas páginas de um livro aqui e ali.

Tenho uma lista enooorme de coisas pra fazer que só cresce. E confesso que ela só aumenta pois não ando de fato fazendo muito para diminuí-la.

De qualquer forma, o último livro que eu li ainda não foi postado por motivos de … ele me deixou uma profunda impressão e eu ainda não sei se é de fato boa ou ruim. Mas em breve tem ele por aqui.

Esses últimos tempos tenho tido muito no que pensar, o que pensar. Isso tem de fato afetado os gêneros de livros que eu ando lendo, e principalmente, as sensações que ficam quando eu termino de lê-los. Isso torna difícil as vezes, sentar e escrever sobre eles.

De qualquer forma, aviso dado, desabafo feito. Em breve – se tuuudo der certo – volto com posts sobre tudo acima que foi prometido =).

[off-topic – Diário] Refletindo. Justificando. (ou sobre o fato de eu ter sumido)

Sim, estou aqui depois de tanto tempo com um off-topic!

Na verdade eu terminei a leitura do livro A Garota na Teia de Aranha, mas ainda não tive tempo de sentar e tentar escrever sobre ele. São tantas coisas.

Mas, tem tanta coisa acontecendo na minha vida, pós, provas, aulas de alemão – sim, alemão, loucura não? –, o fato do meu celular ter morrido do nada – não funciona de jeito nenhum TT-TT –, viagens, concursos, rotinas de estudo.

E, nesse meio tempo, quando tinha um tempinho aqui ou ali, sempre parava para tentar atualizar o blog e ficava pensando em o quanto eu não estava satisfeita com ele. Não em ter um blog, atualizar ele e escrever sobre os livros que ando lendo – ou que ando tentando ler –, mas em como eu ainda não parei para atualizar a descrição dele, mencionando como foi o desafio de 2015, ao tentar ler 42 livros. Assim, o número 42 passou a me incomodar um pouco, bem como o título/endereço do blog.

Estou refletindo ainda se devo trocá-los, continuar usando assim mas mudando um pouco o foco do blog, tirando a idea do desafio literário de ler 42 livros, mantendo apenas o número como uma possível meta.

Até lá, pretendo escrever sobre o livro que li recentemente, mas infelizmente só vou conseguir fazê-lo após o dia 11 de abril, passando uma das provas que mais tem me tirado o sono. Aí talvez depois disso eu consiga dar uma relaxada e sentar para escrever.

Abril é um mês que veio com tudo, cheio de compromissos, provas, problemas.

De qualquer jeito, comecei a ler um novo livro, alguns minutos por dia, uma leitura de poucas páginas. Vai demorar para conseguir terminar, ainda mais se continuar nesse ritmo, mas estou gostando da leitura, pelo menos por enquanto.

Esse post é mais mesmo uma forma de dizer que ainda estou por aqui apesar de não ter postado muito esse ano. Mas se tudo der certo – torçam por mim – em breve vou conseguir definir os meus planos para esse ano – sim, já estamos quase no meio dele mas tudo bem – e continuar atualizando com mais frequência.

Tenho alguns off-topics preparados de assuntos sobre os quais quero escrever, livros para serem resenhados e por ai vai.

[off-topic – Diário] Viagem e livrarias (e livros comprados não planejados)

20160311_230138[1]

Estou escrevendo esse off-topic para dar alguns detalhes do que ando fazendo nos últimos dias. E a resposta é? Bom, primeiro de tudo devo confessar que não resisti. Sim, comprei um livro novo.

Bom, vamos começar a história do começo.

Estou viajando esse final de semana. Vim para Cuiabá para fazer a prova de um concurso – pois é, não me pergunte … não vamos falar sobre isso, deixa pra lá – e estou hospedada na casa de uma amiga minha. Como cheguei dois dias antes da prova, resolvemos sair para jantar no shopping e enquanto minha amiga resolvia algumas questões pessoais dela, eu resolvi fazer o óbvio, fui conhecer a livraria do shopping.

– Sim, eu sei que você que está lendo isso e que já leu algum post off-topic meu já deve estar imaginando o que aconteceu –.

Entrei na livraria – super ajeitadinha por sinal – e olhando as prateleiras fui abordada por um ou outro atendente me questionando se eu estava em busca de algo. Respondi o clássico “estou dando uma olhadinha” e continuei minha aventura.

Decidi perguntar sobre o último livro da série Legados de Lorien para um dos atendentes e apesar de não terem o livro, senti que foi uma boa ideia ter perguntado, uma vez que ele sabia de qual série se tratava dizendo ter interesse em lê-la e ainda, comentando sobre o filme Eu Sou o Número Quatro – que não, eu ainda não assisti –.

Atendentes muito simpáticos, a maioria com conhecimentos sobre os livros que estavam vendendo. Foi um bom tempo passado.

Até aí tudo certo. Eu não ia levar nenhum livro – até porque, não to podendo né? –  e iria embora quando vi em uma das prateleiras, lindo, olhando pra mim, o livro A Garota na Teia de Aranha do David Lagercrantz, que nada mais é do que a continuação da Série Millenium de Stieg Larsson.

Eu falei sobre esse livro aqui no blog antes – você pode ler aqui se der na telha lol –  e desde então venho esperando pela chance de lê-lo para então poder concluir se essa continuação vale ou não a pena.

E lógico, não deu outra. Comprei o livro. Mais um. Mas, lógico nunca é só mais um. Mas eu havia prometido tentar não comprar mais livros até terminar de ler os que estão na minha estante. Mas, estou dando como desculpa que, depois da minha prova, no vôo de volta, vou precisar de alguma coisa para me distrair, e nada melhor do que um livro certo?

Desculpas á parte, estou feliz com a minha aquisição *-*.

Bom, é isso. Não sei se o próximo post vai ser já a resenha desse livro – será??? O.õ – apesar de que, eu tenho um outro livro que já li mas que ainda não tive a chance de escrever sobre para postar aqui. Assim que voltar para casa, vou tentar fazê-lo.

P.S.:  E pra quem ainda não conhece a Série Millenium . . . tá esperando o que pra ir procurar sobre e ler os livros maravilhosos que compõem essa coleção? Sério, fica aqui minha recomendação. Essa é a minha série literária favorita.

 

 

[off-topic] #issotambéméler (ou sobre fanfics.)

134937086
Na imagem, retratação dos Marotos. Imagem retirada do Google Imagens. Créditos ao autor.

Primeiro post off-topic do ano. E sim, é porque eu não terminei nenhuma leitura depois de Mentirosos, estou enrolada. A verdade é que li realmente muito pouco nesses últimos dias.

Não sei ao certo. Acho que os livros que eu iniciei não me trouxeram a curiosidade suficiente para me dar ânimo para continuar sua leitura.

Mas, vim aqui para falar de uma outra leitura que faço muito e faço sempre, que é a leitura de fanfics.

Mas pera lá, alguns podem se perguntar, o que raios é uma fanfic. Então . . .

Fanfiction, fanfic ou apenas fic é uma narrativa ficcional, escrita e divulgada por fãs em blogs, sites e em outras plataformas pertencentes ao ciberespaço, que parte da apropriação de personagens e enredos provenientes de produtos midiáticos como filmes, séries, quadrinhos, videogames, etc, sem que haja a intenção de ferir os direitos autorais e a obtenção de lucros. Portanto, tem como finalidade a construção de um universo paralelo ao original e também a ampliação do contato dos fãs com as obras que apreciam para limites mais extensos. (retirado do wikipédia)

A ideia de escrever esse texto veio pois alguns dias atrás a autora de uma fic que eu acompanhava anunciou que não a terminaria por inúmeros fatores, e disse que mandaria para quem quisesse os esboços da história. Aí me questionei sobre quão mais pessoas ainda lêem fanfics nesse mundão.

Infelizmente esse é um ponto negativo em se ler fanfics. O risco de nunca ver o final de uma história é muito grande.

E como eu entrei nesse mundo? Senta que lá vem história.

Tudo começou há alguns anos atrás quando eu descobri o fantástico mundo de Harry Potter. A leitura daquele livro maravilhoso, e a agonia de ter de esperar pelo lançamento dos novos volumes da série. Comecei a ler o livro – e só tomei conhecimento sobre o que era Harry Potter – depois do lançamento do primeiro filme, que vi no cinema com uma amiga. Nessa época, haviam sido lançados apenas os quatro primeiros volumes da série.

Nessas de esperar pelo quinto volume, pesquisa sobre a autora, sobre livros paralelos, sobre mitologia, sobre feitiços, sobre tudo. Estava viciada, se assim posso dizer. E foi numa dessas pesquisas que acabei por me deparar com uma fanfic. Li, e fiquei sem entender o que raios era aquilo, já que aquela história não existia em nenhum dos livros já lançados. Pesquisei e me encantei com a ideia de ter mais do que ler sobre os personagens do meu livro favorito. Lia sobre todos os personagens e eras, geralmente nas temáticas de romance e aventura. Principalmente romance, aliás, uma vez que o livro quase não traz sobre as relações pessoais dos personagens, apesar das grandes mensagens sobre o amor.

Até que os novos livros foram sendo lançados e os casais dos livros foram surgindo, se desenvolvendo – ainda que de forma sutil, porque como mencionei anteriormente, não há de fato um aprofundamento na rotina dos relacionamentos. Com isso, ficou estranho ler uma história sobre por exemplo, meu casal preferido que era Draco Malfoy e Gina Weasley, sabendo que ambos jamais ficariam juntos na história original.

Sim, a fanfic vem para suprir uma imaginação, uma ideia e uma vontade, mas para mim era … estranho. Então eu parei de ler um pouco as fanfics e fiquei um tempo afastada dessas leituras.

Porém, contudo, entretanto . . . como fã de Harry Potter que sou, sempre tive curiosidade sobre as histórias que envolviam o relacionamento dos pais de Harry, James Potter – nome original não traduzido – e Lílian Evans, que haviam sido mencionadas por alguns personagens durante a trama. Me atiçava a curiosidade, principalmente pela dualidade como ela era retratada. A visão do relacionamento perfeito de Sirius Black, a forma hostil como tal era vista por Snape, a sutileza de Remus Lupin.

E foi ai que eu me encontrei. Passei a ler fanfics que envolviam o casal James e Lílian, principalmente porque essas seriam praticamente sempre histórias novas, não indo de encontro ao que há no enredo original. Me encantei pelas narrativas de fanfics da era dos Marotos. Acompanhar uma fic é como acompanhar o lançamento de um livro capítulo a capítulo. A espera atiça a curiosidade e querendo ou não a expectativa da leitura. Eu realmente gosto dessa dinâmica.

Mas o hábito de ler fanfics vem comigo desde quando eu tinha uns 12 anos e bom, se mantém e se manterá por um bom tempo, isso é certeza.

Apesar de amar ler livros, aprecio muitas outras formas de leitura, das quais pretendo falar mais ao longo do ano. Acho até que vou criar uma tag pro : #issotambéméler xD.Tenho uma amiga que sempre que o assunto leitura é levantado ela pergunta: “ler fanfic conta?” e eu sempre respondo: “mas é claro que conta!!!”, ainda mais para pessoas que como eu que tem na leitura um hobby e uma forma de relaxar. Como sempre afirmo, gosto de ler coisas leves, ler não é necessariamente estudar lol.

Ademais, a leitura de livros continua, mais devagar que o normal, mas espero poder voltar em breve com um post novo, dessa vez sobre um livro em si.

 

 

 

[off-topic – Diário] Adeus ano velho, feliz ano novo! (ou a chamada Retrospectiva)

 

Bom, aproveitando a deixa do wordpress com essa releitura do ano de 2015 do blog, conforme post anterior aqui no blog ;), resolvi também fazer uma pequena retrospectiva.

Compartilho inicialmente com vocês uma foto da minha estante de livros. É assim que ela termina o ano de 2015. Muitos livros lidos e muitos livros encostados – prometo que vou ler eles um dia –, e claro, muito linda!

IMG_20151125_233945essa.jpg

A porta lá do lado é a porta do meu quarto com fotos que eu estou colocando nela. Um dia eu termino de completá-la por inteiro. E a foto tá assim porque tirei com meu celular todo coitado. Foi o que deu pra fazer lol.

Em 2015 o objetivo era ler 42 livros. Como quem acompanha o blog pode perceber, falhei miseravelmente em fazê-lo, mas de jeito nenhum foi um ano perdido. Li 21 livros ano passado, esse ano foram 36, ficando devendo então um total de 6 livros. Li no meu tempo, escolhi os livros que queria, sem transformar isso em uma obrigação, mas uma coisa que eu tivesse prazer em fazer.

O skoob, onde eu mantenho mais ou menos organizada minhas leituras fez uma lista bem legal e me aproveitando dela, não vou precisar elencar aqui todos os livros lidos esse ano! YEY!

Você pode acessar ela aqui nesse LINK! 😉

Ainda, tem dois livros que eu iniciei a leitura esse ano mas não consegui concluir. Um deles é O Fantasma da Ópera de Gaston Leroux, que tem um significado diferente, e um motivo diferente, para eu ter iniciado sua leitura. Ele é um livro que exige um pouco mais, principalmente por conta do estilo da narrativa, então estou levando o tempo que for para lê-lo, o que já tem uns bons meses. O outro livro é Mentirosos da E. Lockhart. Comecei a ler ele tem uns dois dias e provavelmente vai ser o primeiro livro a ser postado no blog em 2016 uma vez que com festas de fim de ano e tudo mais, só vou terminar de ler ele depois do dia primeiro ;).

Quanto ao objetivo do blog e ao blog em si, pensei comigo mesma e decidi manter o mesmo conceito já adotado e que dá nome ao blog. Ano que vem, o objetivo é ler quarenta e dois livros. Até porque aumentar mais esse número não faz sentido algum. E dessa vez, tentar cumprir o planejado.

2015 foi um ano cheio de acontecimentos, um ano meio conturbado, marcado por realizações de sonhos, muitas viagens e a tão esperada formatura. Agora, 2016 já começa confuso e cheio de expectativas e pressões. Levarei a leitura comigo pelo ano que chega, minha tão adorada forma de desestressar e relaxar.

Por enquanto é só. Obrigada a todos que acompanharam essa jornada, e nos vemos no ano que vem ;).